autoestradas estúpidas

Uma manhã destas percorri a Estrada Nacional nº 4 nos seus escassos 10 quilómetros entre Estremoz e Borba, contei 32 camiões de transporte internacional. Também vi muitos tratores da vindima para além do transito ligeiro particular e comercial e muitos turistas que no início de outubro ainda viajam por estas paragens, vindos da ou para a fronteira. Ao lado a autoestrada está deserta. Esta e as outras autoestradas são grande parte da razão da nossa enorme dívida.

Continue reading

tempo

1º mundo

Ana Sá Lopes hoje no Público de hoje escreve sobre o novo governo:

“Talvez o Governo de facto só precise de dois ministros: o primeiro-ministro e o segundo-ministro, António Costa e Mário Centeno.”

discordo totalmente, temos um secretário de estado com um brinco e isso eleva muito a coisa.

provavelmente somos um país do 1º mundo; esqueçam lá essa coisa de Tancos e outras tais.

fazer

ambiente e desenvolvimento

Como se sente, também nesta matéria do ambiente, Portugal tem que dar um passo em frente, vários passos. O ambiente (leia-se geobiodiversidade e tudo à volta) constitui, sem dúvida, para Portugal uma mais valia sem paralelo. O ambiente não pode ser visto como um mero meio castrador e proibitivo, mas antes como um fator de competitividade. Assim o saibamos entender, a começar pela tutela. É uma oportunidade para os investidores e uma mais-valia para quem vive neste magnífico território. Desenvolvimento e qualidade ambiental são, não só compatíveis, como necessários. São a mesma face da moeda apesar de muitos ainda não o terem compreendido. Não é possível continuar a ignorar esta realidade, o ambiente como fator de competitividade e não como limitante do desenvolvimento económico e social.

Continue reading

sabedoria e humildade

estado social

“O Estado social não produz coisa nenhuma, apenas se apropria da riqueza, redistribuindo os proveitos resultantes da produção de terceiros.”   (Ricardo Arroja, in: ECO – economia online)

será que é verdade?

mar e sociedade

Este domingo, no local e hora habituais  a cientista Fátima Sousa vai-nos falar dos grandes desafios do mar.

Quem pode ficar de fora?

Convide e partilhe com os seus amigos.

peça de arte na garagem

quem disse o que é a arte?

a arte também está na garagem.

esta arte tem um motor e duas rodas, quase monocromática: o preto e os cromados.

saiu da garagem e transmitiu arte.

segredou arte aos artistas.

levou os artistas por paisagens nunca vistas; por terras onde por estes dias já choveu.

quem disse que a arte só está nos museus, galerias e outras tais?

escritores

um escritor disse que ė fácil escrever:

“Comece com maiúscula, coloque as ideias no meio e termine com o ponto final”.

Tudo justo e perfeito.

ensino numa universidade há mais de 30 anos, tenho a carteira profissional de jornalista, escrevo em revistas e jornais, tenho centenas de artigos publicados e alguns livros (vaidade à parte).

Lamento mas o que quero com a MINHA escrita é, só, que me COMPREENDAM, mesmo que as ideias, sempre boas, estejam no fin(almente).

Adaptado de Esquire, de Matthew Buchanan