a terra treme – máxima importância http://www.otrosmundos.cc/2017/10/11/a-terra-treme-maxima-importancia-partilhe-este-link/ (partilhe este link)

A TERRA TREME 2017 – Exercício Público de Sensibilização para o Risco Sísmico

Sexta-feira, 13 de outubro, às 10h13

O exercício nacional A TERRA TREME realiza-se no próximo dia 13 de outubro (Dia Internacional para a Redução de Catástrofes), pelas 10h13.

Esta iniciativa é promovida pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas.

Tem a duração de apenas 1 minuto, durante o qual os participantes são convidados a executar os 3 gestos que salvam: BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR.

Todos podem e devem participar: individualmente ou em grupo, em qualquer local onde se encontrem.

Muitas zonas do globo são propensas a sismos e Portugal é um território com zonas particularmente sensíveis a este risco. Nós estaremos em qualquer local quando começar um sismo: em casa, na escola, no trabalho ou mesmo de férias. Colocamos a pergunta: estamos preparados para enfrentar uma situação de sismo e recuperar dela rapidamente?

Conheça ou relembre os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo, e organize-se, à sua casa e família em 7 passos essenciais. Divulgue esta iniciativa junto da sua família, dos seus amigos e colegas de trabalho.

Aproveite a ocasião para relembrar os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo, a começar pela sua casa e a sua família.

Sexta-feira, dia 13 de outubro, às 10h13, lembre-se e adopte três gestos básicos de protecção em caso de sismo: BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR.

Trata-se de um gesto muito simples que será bastante útil durante a ocorrência de um sismo.

Lembre-se, sexta-feira, 13 de outubro às 10h13, A TERRA TREME

http://www.aterratreme.pt

hora para trabalhar

No dia 1, a maioria de nós cumpriu o seu dever. Terminada a festa, é agora o tempo do trabalho. As nossas memórias são curtas e pouco nos interessa o muito que nos prometeram. O verdadeiramente importante é termos condições para sermos felizes na terra onde nascemos, muito provavelmente a melhor terra do mundo para cada um de nós. Muito para além das cores partidárias, dos independentes ou dos movimentos de cidadãos – sim, porque estes também têm cor e se vos disserem que não, desconfiem e muito –, há a credibilidade, seriedade e valor das diferentes propostas. Como de betão, rotundas, pavilhões multiusos, etc., estamos todos mais ou menos conversados, isto é, endividados, talvez seja o tempo de olharmos para as pessoas.

Continue reading

Adaptado de Esquire, de Matthew Buchanan